quarta-feira, 20 de junho de 2012

Uma idéia maluca! - Parte 3


Uma vez de posse de tais informações, você saberá, de acordo com a sua experiência e prática, a melhor maneira de se aproximar de cada estudante. Mas, isso não é o bastante. Você precisa saber o que cada um sabe, e mais importante ainda, o que não sabe, certo? Bom, desta forma, vamos precisar de uma segunda lista, a qual discutiremos neste post.

De acordo com a primeira lista, você não tem dúvidas sobre quem é seu estudante. Só isso, já é um terço do caminho a ser percorrido. Em sua segunda lista, deverão figurar coisas que você julgue importante para o pleno desenvolvimento do aluno e desenvoltura de sua aula. Mas, para que isso ocorra, deverá se perguntar duas coisas: 1) Sou Professor Generalista ou Especialista? e 2) Quais são as atitudes, conhecimentos e ações que podem dar suporte ao que tenho a ensinar?

Eu explico: se você é Professor do antigo Primário, logo, é Generalista, uma vez que você sozinho trabalha com todas as matérias. Se você é Professor do antigo Ginásio em diante, logo, é Especialista, uma vez que você só trabalha com aquela determinada matéria. 

Com relação à segunda pergunta, a resposta se encontra nas necessidades de cada um, mas, para fins ilustrativos, elaborei uma lista Generalista bem básica, com dez pontos formadores de nota diária, conforme irá conhecer amanhã.

Nenhum comentário: