sábado, 8 de março de 2014

Material Escolar - Parte 3

 Na última postagem de nossa curta série, nossa prosa será sobre o que vale ter dentro de uma mochila estudantil e o que não vale. Pois bem, conforme as duas partes anteriores de nossa série, destacamos que transforma o estudante em burro de carga não vale, mesmo que o esteja treinando para se tornar um mochileiro. Por este motivo, é bom estar atento sobre o que é e o que não é interessante de se ter numa mochila.

É bacana:

  • Ter nada além do absolutamente necessário;
  • Ter o material do dia;
  • Ter o mínimo necessário para o cumprimento das tarefas;
  • Ter uma mochila nem grande demais, nem pequena demais,
  • Que o peso total do material + peso da própria mochila nunca ultrapasse 10% do peso total do indivíduo que a carrega, ou seja, se a pessoa (estudante, não os pais) pesa 40 quilos, logo, todo o material escolar não deve ultrapassar a marca dos 4 quilos.

Não é bacana:


  • Carregar a casa inteira nas costas;
  • Ter todo o material da semana na mochila (corre o risco de amassar, sujar, rasgar, perder, entre outras possibilidades);
  • Ter uma mochila grande demais, ou pequena demais,
  • Ter uma mochila pesada demais.

 Isso é tudo, pessoal! Nos vemos na semana que vem! Até lá!